Vai reformar ou construir com gesso?

Tendências,inspirações,dicas

Elementos Arquitetônicos em forro de gesso

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Sancas

Feita entre a parede e o teto, a sanca é uma modelagem aplicada ao forro de gesso, geralmente para abrigar a iluminação. Além do efeito arquitetônico, as sancas conferem ao ambiente uma atmosfera refinada, indo além ao compor projetos com modelos e propostas diferentes.

Tipos de Sancas

Sanca Aberta: é um dos modelos mais utilizados, pois possui um vão entre o teto e o gesso para abrigar luz indireta, normalmente em fita ou mangueira de LED. Versátil, ela também pode ter ou não luz direta, do tipo spots, permitindo que o projeto tenha moldura ou não.

Sanca dupla aberta: é o mesmo sistema da sanca aberta só que vezes dois, ou seja, duas sancas abertas uma em frente a outra. Aqui, ela também permite o uso de molduras ou não.

Sanca invertida aberta: esse tipo de sanca tem a iluminação voltada para o exterior (composta de luz indireta), em direção a parede, diferente das anteriores que são voltadas para o interior e iluminam o teto.

Sanca fechada: a única diferença da sanca fechada para aberta, é que nela não temos o vão entre o teto e o gesso, sendo assim, a versão não apresenta luz indireta, somente direta. O modelo também possibilita o uso de molduras ou não.

Sanca dupla fechada: semelhante a sanca dupla aberta, porém por ser fechada, não temo nela a opção de luz indireta, o que deixa a iluminação por conta dos spots aparentes dentro da sanca.

Sanca invertida fechada: semelhante a sanca invertida aberta, porém não possui luz indireta, mas sim luz direta através de spots ou pendentes.

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Rasgos

O recurso utilizado para embutir a iluminação pode ser considerado uma sanca dupla aberta, porém, utiliza lâmpada fluorescente ou led embutido. O buraco do rasgo de gesso, pode ser aberto, ou tampado com uma placa de acrílico conforme o efeito desejado.

Ideal para ambientes mais contemporâneos, os rasgos de luz ficam bem em diversificados ambientes, como sala de estar, jantar, dormitórios e até banheiros. Normalmente o rasgo é posicionado levando em consideração o design do ambiente, sendo aplicado para destacar uma parede ou delimitar a localização de algum móvel.

O uso não é recomendado em cozinhas e lavanderias, devido ao acúmulo de sujeira que este tipo de ambiente acumula com o tempo. Outro erro é usar os rasgos como iluminação central do ambiente, já que a luz não é ideal, por não ser muito forte em potência.

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Cortineiros

O cortineiro pode ser apontado como o espaço no forro do teto que tem como objetivo esconder o trilho das cortinas presentes no ambiente. Esse espaço, que tem em média 15 cm, pode ser embutido ou ter uma moldura para fazer o acabamento, criando um traço contínuo com a decoração escolhida para as molduras da parede.

Embutido: atual, o modelo embutido é um dos mais utilizados em projetos de interiores e é caracterizado por um vão entre forro de gesso e a parede em que o varão fica escondido. Assim, o elemento concede a impressão de que a cortina está saindo de dentro do teto.

Sobreposto: o cortineiro de gesso sobreposto é marcado por estar abaixo do forro, ficando assim, visível no ambiente. Escondendo o trilho da cortina, este modelo ainda pode ser liso ou desenhado, criando composições agradáveis e sofisticadas.

Iluminado: tanto com o modelo embutido quanto o sobreposto, você pode acrescentar uma iluminação marcante que promove um visual ainda mais charmoso e elegante ao ambiente. Com a iluminação indireta, o espaço ganha mais conforto visual e aconchego.

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Molduras

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Também conhecida como Boiserie, é uma técnica francesa que traz à decoração, um visual elegante. Na decoração, existem diversos tipos de moldura de gesso para teto, com tamanhos e formatos diferenciados que atendem os mais diferentes gostos e estilos de decoração. Por isso, antes de optar pela escolha de uma moldura de gesso para teto é importante definir, primeiramente, qual estilo de decoração será incorporado no ambiente.

Nichos

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Luminárias que cumpram a função de iluminar (e não somente decorar) devem ser especificadas ainda em projeto, permitindo assim a previsão da infra elétrica necessária. Esses elementos quando iluminados, agregam valor ao resultado final dos ambientes, porque proporciona uma atmosfera acolhedora e que imprima personalidade ao espaço.

http://www.cimientosconstrutora.com.br

@cimientos_construtora

#construçãocorporativarn #reformasrn #lojasrn #casasemcondominiofechadorn #hoteleriarn