Divisórias de ambientes


Conheça os principais tipos de materiais de divisórias de ambientes e veja ideias criativas


Os ambientes integrados nem sempre precisam ser tão integrados assim. Muitas vezes é preciso garantir uma certa privacidade e esconder, mesmo que suavemente, certos aspectos do ambiente. E para isso não é preciso uma parede de concreto dura e pesada. Uma simples divisória de ambiente já resolve muito bem a questão.
As divisórias de ambiente estão em alta nos projetos residenciais. Elas são ideais para delimitar e dividir os espaços sem pesar e, ainda, colaboram com o aspecto decorativo e estético do ambiente.
Atualmente existem diferentes tipos de divisórias de ambiente disponíveis no mercado. Certamente existe uma que se enquadra perfeitamente ao seu projeto. Conheça a seguir os tipos de divisórias mais comuns e uma seleção de fotos com divisórias que vão te encantar.


Tipos de divisórias de ambientes

Cobogó


Os cobogós voltaram a dominar a cena e, hoje em dia, estão presentes em projetos variados, dos mais simples aos mais sofisticados.
Primeiramente, os cobogós, nada mais são do que elementos vazados, geralmente feitos de cimento, que permitem a circulação de ar e a iluminação natural.
Podemos encontrar eles também em argila, cerâmica e vidro, nas mais variadas formas e cores.

Madeira


Certamente a madeira é sempre um xodó nos projetos de arquitetura e design. Para divisórias, a madeira permite formas e desenhos variados. O material podemos usar em diferentes tipos de decorações, das mais modernas passando pelas clássicas até chegar às rústicas.
Com a madeira também conseguimos criar divisórias vazadas e portas de correr, ambos os modelos muito valorizados nos projetos atuais.

Drywall


Para quem deseja uma divisória toda fechada pode apostar no drywall. Em primeiro lugar esse tipo de divisória em relação a uma parede convencional são sua fácil e rápida instalação, o custo reduzido e a possibilidade de retirá-la no futuro sem causar danos à estrutura da casa.

Pedras


Entre as pedras mais utilizadas para criar divisórias estão o mármore e o granito. As pedras conferem um toque de classe e luxo ao ambiente, contudo elas são limitadas no que se refere às formas e desenhos. As pedras também não permitem a troca de luz e ventilação entre os ambientes, salvo nos casos em que instalamos elas em peças verticais separadas uma da outra.

Metal ou ferro


Chapas de aço ou de ferro também podemos utilizar como divisórias e trazem um aspecto moderno e industrial ao ambiente. As chapas podem ser tanto vazadas quanto inteiras, variando de acordo com o estilo que você deseja dar ao projeto.

Vidro


O vidro é um material bem versátil e podemos usar ele como divisória de diferentes formas. Um dos tipos mais comuns encontrados por aí são os blocos de vidro. Eles são ótimos para garantir privacidade, já que não é possível ter uma visão nítida do outro lado através deles. Porém, apesar de permitirem a passagem da luz, os blocos de vidro não são bons para a circulação de ar, pois são totalmente fechados a não ser que sejam instalados com espaço entre eles.

Divisória em MDF


A vantagem do MDF é a ampla variedade e estampas. Essa diversidade permite que as divisórias de ambientes nesse material combinem com os outros móveis do espaço, por exemplo. E além disso, criar uma sensação de equilíbrio e continuidade.

Outros materiais


Além dos materiais citados acima, ainda é possível utilizar como divisórias de ambientes biombos, cortinas de pano, entre diversas outras possibilidades. Existem também muito projetos de divisórias feitas com materiais recicláveis como garrafas de vidro, papelão, papel e canos de pvc, por exemplo.

Em conclusão, não deixe de acompanhar as nossas mídias para achar dicas e inspirações para criar seu próprio projeto.

Confira as nossas mídias:

Site Oficial: www.cimientosconstrutora.com.br

Instagram: https://www.instagram.com/cimientos_construtora/

Facebook: https://www.facebook.com/cimientos.construtoranatal/