Escada flutuante

Escada flutuante


A escada flutuante é um modelo que se destaca com sua aparência escultural e moderna, otimizando espaços da casa e dando mais sofisticação ao ambiente. O segredo para que os degraus passem a impressão de estarem flutuando consiste na sua instalação, que fixa cada degrau individualmente em um ponto de apoio central ou na sua lateral.


No mundo moderno, tudo está evoluindo constantemente. E as escadas não são exceção: elas não são mais apenas um elemento estrutural da casa, cuja função é unir dois andares, mas sim, um componente fundamental da decoração, responsável por conferir harmonia e elegância ao ambiente. Entre as diversas opções disponíveis, um modelo que se destaca por seu toque moderno e inovador é a escada flutuante, que se adapta a praticamente qualquer ambiente da casa, tanto em áreas internas quanto externas.


Como é Feita a Escada Flutuante?


Como o próprio nome sugere, essa escada passa a sensação de que estamos flutuando quando andamos sobre ela, justamente devido ao seu design ousado, que parece sustentar a si mesmo.


Para passar a impressão que os degraus estão literalmente flutuando, o segredo da Escada Flutuante está em sua instalação. Em primeiro lugar, os degraus são instalados individualmente e cada um tem somente um ponto de apoio, que é fixado ou chumbado na parede.
Uma característica comum desse modelo é que não há a instalação de espelho, corrimão ou guarda copo – o que amplia a sensação de leveza. Porém, caso se queira uma segurança ainda maior, a instalação desses elementos também é possível.

O foco da escada flutuante vai muito além de funcionalidade por si só. Ela deve ser instalada visando a composição do ambiente, de modo que suas características sejam condizentes com os demais elementos presentes no espaço. Por isso, escolher uma escada flutuante que combine com a decoração de sua casa é uma etapa de extrema importância.

Inspirações de Escada Flutuante

A escada flutuante é feita a partir de quatro materiais principais: madeira, concreto, ferro e vidro. Cada um deles possui características específicas e propósitos diferentes no que diz respeito à composição do ambiente. Por isso, vamos apresentar a seguir algumas fotos e modelos para você se inspirar, dando uma breve explicação sobre seus diferenciais. Confira:

De Concreto


A escada flutuante de concreto traz um toque mais rústico e se destaca pelos degraus mais robustos. O ideal é que ela esteja apoiada em uma parede monocromática, pois isso ajuda a passar uma sensação de harmonia e uniformidade. Caso você se interesse por este tipo de escada e tem crianças em casa, é importante que coloque algum tipo de proteção em seus extremos, pois a dimensão do degrau pode ser um perigo para os pequenos. A instalação de um corrimão contribui para a segurança das crianças.

De Madeira


Esta é a opção ideal para quem deseja conferir ao ambiente um aspecto mais clássico. A escada flutuante de madeira vai muito bem quando acompanhada de outros elementos também feitos de madeira, como mesas e cadeiras, por exemplo. A espessura do degrau pode ser bastante ampla. Com degraus finos, você alcançará um tom discreto e minimalista; com degraus mais grossos, a escada será definitivamente um elemento de destaque na decoração.

De Ferro


A escada flutuante de ferro permite a elaboração de designs mais ousados graças à maior flexibilidade do material. Dessa forma, é possível projetar escadas totalmente inovadoras para compor sua decoração. Por se basear principalmente nos tons de cinza, este modelo possui um aspecto mais industrial, podendo ser instalado tantos em casas quanto em escritórios.

De Vidro


Se seu objetivo é leveza e elegância, a escada flutuante feita de vidro, certamente, é de longe a melhor escolha. O aspecto quase transparente do vidro ajuda a ressaltar a sensação de estar flutuando ao andar pelos degraus e ainda confere um toque mais clean ao ambiente. Para aproveitar ao máximo o potencial desse material, uma boa dica é que as paredes sejam pintadas de branco ou cores frias e a iluminação (natural ou artificial) esteja sempre presente. O modelo mais comum em escadas flutuantes feitas de vidro.

Área Externa

Podemos utilizar a escada flutuante em áreas externas, principalmente em locais que possuem plantas ou árvores, como os jardins. Os dois materiais que mais se destacam para isso são o concreto e a madeira, sobretudo por seu aspecto mais simples e natural.


Em conclusão os modelos apresentados no post atendem aos mais diversos gostos e estilos de construção. Qual deles você mais gostou? Conte para nós nos comentários.

Confira as nossas mídias:

Site Oficial: www.cimientosconstrutora.com.br

Instagram: https://www.instagram.com/cimientos_construtora/

Facebook: https://www.facebook.com/cimientos.construtoranatal/